A Luta

Alvorada: Hospital vem perdendo obstetras a cada ano e plantões ficam prejudicados


Assembleia foi presidida pelo diretor do Simers, André Gonzales. Foto:Guilherme Tubino/Simers
Assembleia foi presidida pelo diretor do Simers, André Gonzales. Foto:Guilherme Tubino/Simers

O Hospital de Alvorada referência em obstetrícia na região, está correndo riscos. O número de plantonistas obstetras vem diminuindo a cada ano, tornando insuficiente a cobertura dos plantões. O problema foi relatado na última quarta-feira (31), durante reunião realizada na sede do Simers.

Suspeita-se que a defasagem salarial da instituição seja um dos fatores que contribuem para o desinteresse dos médicos em trabalharem na instituição, mesmo por contrato RPA. O hospital tem aproximadamente 40 leitos e média de 220 partos por mês. Os especialistas pediram auxilio ao Simers para que os plantões não sejam assumidos por apenas um profissional novamente.

Na reunião, o Simers se comprometeu a pedir recomposição das escalas de plantão aos gestores. Também irá solicitar reunião com a administração do hospital. 

SEGUROS