A Vida

Destine parte do seu imposto de renda ao MUHM e ajude a manter viva a história da Medicina

20/02/2019



Para muitos, a declaração do imposto de renda é encarada como a tarefa de verificar o valor a ser pago para o governo. Mas você sabia que pode escolher para onde parte desse dinheiro é destinado?

Qualquer contribuinte que opte pela declaração completa está apto a direcionar até 6% do seu imposto de renda (imposto devido) para doação a entidades beneficente e projetos culturais que se enquadrem nas leis de incentivo fiscal. É o caso do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM).  

Por que doar para o MUHM?

Ao fazer a doação, você conta com a certeza de que o seu dinheiro vai ajudar a manter viva a história da Medicina. Em 2018, por exemplo, o Museu inaugurou uma exposição sobre os cem anos da gripe espanhola e lançou o livro Panteão Médico – isso sem falar de todas as atividades culturais desenvolvidas no local.

Em 2019, também temos muitos desafios pela frente: o primeiro deles é a mudança para uma nova sede. Além disso, queremos fazer do MUHM um centro cultural, que possibilite uma aproximação ainda maior com o médico e com a comunidade.

Fundado em 2006, o Museu também já promoveu mais de 9,5 mil ações educativas em várias escolas, incentivando a cultura e a educação.

Como fazer a doação?

Se você faz a sua declaração de imposto de renda no Simers, basta informar a sua vontade de destinar parte do valor ao MUHM e assinar uma autorização. A entidade médica antecipa o repasse da quantia agora e você só realiza o pagamento em 2020, no momento em que a declaração correspondente a 2019 for feita.

Caso você não faça a declaração no Simers, mas queira doar até 6% do valor ao MUHM, basta entrar em contato pelo telefone (51) 3027-3773 ou pelo e-mail aamuhm@simers.org.br.

Fiz a doação no ano passado, e agora?

As doações feitas ao Museu até 31 de dezembro de 2018 são deduzidas neste ano. Para isso, basta preencher o campo “pagamentos e doações efetuados” na hora de preencher a declaração do IR. É preciso informar o nome e o CNPJ do beneficiário. No caso, a Associação dos Amigos do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul, com CNPJ 08936195/0001-98.

 

 

 


SEGUROS