A Luta

Simers negocia acordo para pagamento de atrasados a médicos de Livramento

14/02/2019

Os médicos que atuam na Santa Casa de Livramento podem receber as remunerações que estão em atraso desde 2016. Uma proposta de pagamento dos valores devidos foi apresentada na quarta-feira (13) pelos administradores do hospital ao presidente do Simers, Marcelo Matias, após sessão na Câmara de Vereadores do município. Além disso, os profissionais de três especialidades – traumatologia, anestesia e cirurgia geral – terão seus contratos prorrogados temporariamente até 31 de março, a fim de garantir que não haja desassistência à população. A proposta foi aceita nesta quinta-feira (14). 

O acordo foi costurado entre médicos, Simers, Prefeitura e administração da Santa Casa a partir de reunião na terça-feira. Pela proposta, entregue formalmente ao presidente do sindicato, os valores relativos a 2016 e 2017 serão pagos em 18 parcelas, com início em abril. As remunerações de 2019 serão quitadas em nove parcelas, também a partir de abril. Para garantir os pagamentos, será preciso a aprovação de um projeto, pela Câmara Municipal, que garante uma verba extraordinária para a Santa Casa. 

Além disso, o presidente do Simers articulou com a administração da Santa Casa a prorrogação temporária dos contratos dos médicos dessas especialidades até 31 de março. O motivo é a rescisão dos contratos dos profissionais que ocorreu no domingo passado (10) por falta de pagamento das remunerações. Os profissionais paralisaram as atividades no dia seguinte, mas foram obrigados a retornarem ao trabalho devido a uma decisão da Justiça. No entanto, a obrigação termina no próximo domingo, dia 17. Por causa disso, o Simers sugeriu a renovação temporária para garantir a assistência à população e dar um prazo à administração para que novos contratos sejam firmados com os médicos. 

Câmara Municipal

Marcelo Matias visitou a Câmara Municipal de Livramento na quarta-feira (13) e participou da sessão ordinária, representando os médicos. Na ocasião, reforçou a necessidade de que todos os segmentos envolvidos – Santa Casa, Prefeitura e Câmara – unam forças para buscar soluções que garantam a viabilidade do hospital.

Marcelo Matias falou para os vereadores sobre a importância da Santa Casa
Marcelo Matias falou para os vereadores sobre a importância da Santa Casa

Os vereadores garantiram que darão apoio ao projeto que deverá ser encaminhado em breve. Além de responder aos questionamentos dos vereadores, o presidente do Simers se manifestou sobre a importância de manter a casa de saúde em funcionamento. “A saúde de Livramento segue em risco. Precisamos da aprovação da Câmara de um projeto que ainda não foi encaminhado, mas que é fundamental para garantir o pagamento dos atrasados e a continuidade dos serviços”, disse. 

SEGUROS