A Luta

Simers participa da paralisação de 24 horas na Santa Casa de Uruguaiana

14/08/2018

O Simers participou, na segunda-feira (13), da paralisação de 24 horas dos médicos da Santa Casa de Misericórdia de Uruguaiana. A manifestação, que suspendeu os atendimentos eletivos – mas manteve os serviços de urgência e emergência – começou às 8h e terminou às 8h desta terça-feira (14). O objetivo foi alertar a população sobre a grave crise financeira que atinge a instituição.

Desde o início do dia, faixas, macas e camas foram colocadas do lado de fora da casa de saúde, chamando a atenção de pacientes e familiares para o problema. Os profissionais também se revezavam nos espaços fora do prédio, reforçando a paralisação.

 

Soluções


O Simers foi representado pela diretora Gisele Lobato, que foi recebida pelo administrador da Santa Casa, Fernando Siqueira. Ele reforçou que a instituição aguarda o lançamento de uma nova linha de crédito pela Caixa Federal – o que deve ocorrer ainda nesta semana – para obter novos recursos para a compra de insumos e medicamentos e quitar parte da dívida com os médicos, que ainda não receberam remunerações neste ano.

“Entendemos que a administração tem sido transparente e que há um interesse comum de que tudo dê certo. O problema é de sustentabilidade da Santa Casa, como entidade, daqui para a frente”, afirmou Gisele. Ela ressaltou que os médicos vão aguardar o desenrolar das negociações entre a Santa Casa e a Caixa para definir os rumos da mobilização.

SEGUROS