Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Vida

Agilidade da equipe médica salva bebê de gestante assassinada em Alvorada

17/05/2017 12:59

Foto ilustrativa
Foto ilustrativa
A adolescente Mariana Freitas Rodrigues (17) que estava grávida de 40 semanas foi assassinada na frente de casa, mas o bebê sobreviveu graças a eficiência da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que chegou rápido ao local do crime. “A equipe do SAMU foi muito ágil. Ao perceberem que havia chance de salvar o bebê já ligaram para o hospital pedindo que a equipe se preparasse para a emergência. A cesárea foi feita com toda a maestria pelos médicos e equipe do hospital”, salientou a diretora técnica e médica do Hospital de Alvorada, Soraya Malafaia Colares. Segundo ela, três médicos obstetras, um neonatologista, além das enfermeiras obstétricas participaram do procedimento que salvou o bebê. A menina Manuela chegou ao mundo pesando 3.740 Kg e permanece em observação na unidade. Soraya destacou a importância da transversalidade das ações na área de saúde. “Isso mostrou que quando agimos em conjunto somos mais fortes”, disse a médica. Mariana foi mais uma vítima da violência que assola o Estado assustando os gaúchos. O crime ocorreu na noite de quarta-feira (10), na cidade de Alvorada, Região Metropolitana de Porto Alegre. O bebê segue em observação no hospital. Conforme dados da Secretaria da Segurança Pública, na cidade de Alvorada em 2016 foram registrados 103 crimes, sendo destes 51 até o mês de maio. Em 2017, até o momento Alvorada já registra 47 homicídios.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS