Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Canoas: Sindicato discute com médicos problemas de gestão em hospitais administrados pelo Gamp

14/02/2017 09:24

Foto: SIMERS/Divulgação
Foto: SIMERS/Divulgação
A situação dos hospitais de Canoas administrados pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) está insustentável. Os médicos do centro obstétrico do Hospital Universitário (HU) denunciaram ao Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) a ausência de informações nos contracheques referentes ao salário base e ao recolhimento do INSS e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Foi na quarta-feira (15), durante reunião entre o Sindicato e os profissionais, em Canoas. Na oportunidade, os especialistas confirmaram a falta de materiais básicos para o exercício da Medicina, como luvas cirúrgicas e medicamentos. Também reclamaram da higienização em determinados locais do hospital. Atualmente, a obstetrícia do HU realiza cerca de 350 partos mensalmente e está com 1.400 pré-natais em andamento. A exemplo do que acontece no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), desde que o Gamp assumiu, os médicos do HU não têm acesso ao contracheque e nem ao espelho de plantões, o que gera dificuldade no cálculo correto de trabalho mensal. Dentre a série de denúncia dos profissionais, surge a de não pagamento - por parte da gestão - para forçar a demissão dos especialistas. Outro problema é o número insuficiente de plantonistas no centro obstétrico. Muitas vezes, o plantão fica desassistido, com apenas um médico atendendo. Diante do recorrente descaso do Gamp com o HU e outras casas de saúde que administra na região, o SIMERS busca agenda com o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, bem como a Procuradoria do Município. O SIMERS segue monitorando a situação.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS