A Luta

Caso de agressão a médico marca início do ano em Pelotas

04/01/2019 00:00

O ano mal começou, mas o cenário de insegurança vivido na área da saúde já dá sinais de continuidade. Na tarde desta sexta-feira (4), um médico foi agredido por paciente em Unidade Básica de Saúde (UBS) de Pelotas. Além de empurrões, o profissional sofreu ameaças.

O caso ocorreu após o médico se negar a dar receita de medicamento controlado, já que o paciente não recebia acompanhamento no posto – e, portanto, deveria procurar um centro especializado.

Desde de 2014, o Simers já registrou 101 casos de violência na área da saúde em todo o Rio Grande do Sul.

Desdobramentos do caso

Após o episódio, a Brigada Militar foi chamada e um boletim de ocorrência foi feito. O médico agredido também procurou a Secretaria Municipal de Saúde para registrar o ocorrido e cobrar medidas de segurança para os profissionais da atenção básica.

Mesmo abalado, na sequência ele retornou ao trabalho para evitar que os atendimentos do dia fossem comprometidos.

SEGUROS