Defesa

Diretoria de Interior do Simers avalia que termo 'violência obstétrica' criminaliza o ato médico

09/02/2021 00:00


A pedido do Simers, a vereadora de Rio Grande Professora Denise se comprometeu em criar um substitutivo ao projeto de lei que cria a Semana de Conscientização e Combate à Violência Obstétrica no município. O assunto foi tema de um encontro virtual entre a parlamentar e a diretora de Interior, Daniela Alba, na segunda-feira (8). 

O Simers luta pela preservação do diálogo e da boa relação entre médico e paciente. Segundo Daniela, termos como “violência obstétrica” criminalizam o profissional que escolheu a Medicina como ofício. 

“Além disso, enfrentamos algumas limitações em partos realizados pelo Sistema Único de Saúde e nem sempre as pacientes compreendem que não é culpa nem do obstetra nem de nenhum outro profissional que ali está”, salientou. 

A reunião foi acompanhada pelos assessores jurídico e político do Simers e por representantes do projeto de extensão Biografia do Trauma, ligado à Universidade Federal de Rio Grande (Furg). Uma nova reunião deve ser marcada para as próximas semanas a fim de tratar sobre detalhes do novo texto.

SEGUROS