A Luta

Dois em cada 10 pediatras são vítimas de violência no ambiente de trabalho

20/02/2018 08:32

A insegurança em unidades de saúde não é novidade entre médicos e outros profissionais de saúde. Um levantamento do Simers evidencia que desde 2014 o Rio Grande do Sul já registrou 85 casos de violência nestes estabelecimentos. Só no ano passado foram 23 ocorrências. Uma pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Pediatria destaca os episódios envolvendo os pediatras. De acordo com o estudo, dois em cada 10 pediatras no Brasil têm sido submetidos frequentemente a atos de violência em seu ambiente de trabalho. Violência contra pediatras

Desfecho na Justiça

O desfecho mais recente de um episódio de violência contra médicos no Rio Grande do Sul ocorreu em janeiro deste ano, quando uma médica de Novo Hamburgo ganhou na Justiça o direito à uma indenização por conta de agressões sofridas e por danos materiais. O fato, de novembro de 2013, ocorreu depois que uma paciente foi informada do cancelamento da consulta por ter chegado atrasada. Ela invadiu o consultório, desferindo socos e pontapés na profissional. A médica afirmou que deixou de trabalhar por 18 dias em função do abalo emocional.
SEGUROS