Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Empresa que assumirá escalas em Camaquã garante ao Simers que vai manter remunerações dos médicos

31/05/2019 00:00

O Simers reuniu-se na quinta-feira (30), em Porto Alegre, com a direção da empresa Promed, que deverá assumir as escalas de plantão do Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA), em Camaquã. O objetivo do encontro era buscar informações sobre as formas de contrato que serão propostas aos médicos da instituição de saúde. No início do mês, o Simers reuniu-se com a administração do HNSA, que confirmou a informação de que uma empresa terceirizada assumiria as escalas de algumas especialidades. 

A Promed vai iniciar a gestão das escalas da pediatria e do Pronto Socorro adulto neste sábado, 1º de junho. No dia 17 está prevista a inclusão da pediatria e, em data ainda não definida, da cirurgia geral. 

Reunião ocorreu na Promed, em Porto Alegre

Reunião ocorreu na Promed, em Porto Alegre

Diante dos questionamentos do Simers a respeito das formas de contrato, tributação e valores de remuneração, o administrador da Promed, Maicon Vargas ressaltou que há opções de contratação como Pessoa Jurídica (PJ) ou como sócio e que vai oferecer uma série de benefícios aos parceiros. “Posso garantir que o valor hora será igual ou maior do que o praticado atualmente. Nosso objetivo é oferecer cada vez mais vantagens aos médicos que trabalhem com a Promed”, afirmou.

O Simers ainda pediu garantias que a saída da sociedade seja facilitada quando há esse desejo por parte do médico, mesmo que já exista cláusula nesse sentido nos contratos, com prazo de 30 dias para desligamento. 

Para a diretora do Simers, Dra. Adriele Andres, as informações eram necessárias para tranquilizar o grupo de médicos, tendo em vista que até esta semana eles não haviam recebido um detalhamento do acordo por parte dos administradores do HNSA. “Nosso maior compromisso é garantir que não haja precarização na relação de trabalho. Da forma como está colocado, há garantias jurídicas para os médicos, o que é positivo”, salientou Adriele. A diretora, que também atua no hospital de Camaquã, acrescentou que seguirá avaliando com os outros profissionais o andamento dessa relação.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS