A Luta

Governo coloca saúde nas mãos do crime

04/01/2017 11:20

Para o SIMERS, medidas do governo estadual são insuficientes

  O crime está no controle da saúde, segundo o Sindicato Médico do RS (SIMERS). Mais um episódio de insegurança foi vivenciado por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na noite de segunda-feira (02). Uma ambulância do serviço foi abordada por criminosos em Porto Alegre, que ordenaram o veículo a conduzir um adolescente morto no bairro Passo das Pedras, após um suposto confronto entre quadrilhas da Capital. Para o SIMERS, os médicos e outros profissionais da saúde viraram reféns da violência que assola toda a sociedade. Na mesma noite do caso com o Samu, pelo menos outros seis homicídios foram registrados em Porto Alegre. A gravidade e as proporções da situação impõem condições absurdas, como a necessidade de ambulâncias serem escoltadas por viaturas da Brigada Militar para circular e garantir o atendimento da população. “As medidas insuficientes do governador do Estado encorajam criminosos a tomar o controle, literalmente, de serviços públicos. A saúde, que já passa, nas mãos do Governo Sartori, por um completo desmanche, tem a sua atuação submetida ainda à vontade dos criminosos”, afirma o SIMERS, em apedido publicado nos jornais do Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (04).
SEGUROS