Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
Defesa

GT que analisa demandas dos médicos municipários deverá apresentar proposta na próxima semana

05/11/2021 11:28

O Grupo de Trabalho (GT) da Prefeitura da Capital que analisa tecnicamente demandas dos médicos municipários, principalmente melhorias salariais, deverá apresentar proposta na próxima semana. A informação foi passada pelo prefeito Sebastião Melo ao presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), no início da manhã desta sexta-feira, 5.

O chefe do Executivo da Capital pediu para que o secretário da Saúde, Mauro Sparta, em conjunto com o titular da Secretaria da Administração e Patrimônio, André Barbosa, acelerasse a elaboração do estudo e apresente uma proposta oficial a uma comitiva do Simers e dos médicos municipários da Prefeitura. Se aprovada, ela será enviada ao prefeito para futura efetivação.

“O prefeito Sebastião Melo foi sensível ao pedido e a realidade dos médicos da Prefeitura, que está se agudizando. Pela posição do prefeito passo a acreditar que teremos um desfecho positivo”, afirma o presidente do Simers, Marcelo Matias.

O Simers iniciou as negociações com a prefeitura ainda em maio deste ano, apresentando um estudo com embasamento técnico ao secretário Sparta, que desde então não apresentou qualquer resposta. Sua demora fez com que a entidade médica recorresse ao prefeito Melo que imediatamente determinou a formação do GT. Uma baixa remuneração retira a atratividade de novos profissionais, assim fomentando pedidos de exoneração, que como consequência dificulta a elaboração de escalas de trabalho e sobrecargas sobre os médicos.

No dia 23 de setembro, em reunião com a presença do prefeito da Capital, Sebastião Melo, foi definido que seria constituído um GT para buscar alternativas que atendessem os médicos e não trouxesse um impacto financeiro ao Executivo. A mesa de negociação, a pedido do Simers, conta com a participação da Procuradoria Geral do Município (PGM), Secretaria da Fazenda, Previmpa e outros órgãos da administração pública que possuem poder de decisão sobre o tema. Vale ressaltar que os médicos concursados junto à capital possuem o vigésimo primeiro menor salário entre as vinte e duas categorias de curso superior.

O GT, que é composto pelos secretários da Saúde, Mauro Sparta; do Planejamento e Gestão, Cezar Schirmer; da Fazenda, Rodrigo Fantinel, e da Administração e Patrimônio, André Barbosa, bem como representante da PGM e outros técnicos do Executivo, iniciou suas atividades no último dia 22 de outubro. A primeira reunião frustrou os médicos municipários pois além de não ser apresentada proposta, não estavam presentes nenhum dos secretários e técnicos do primeiro escalão, que haviam sido escalados pelo prefeito Melo, quando pediu a formação do grupo

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS