Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Médicos municipários de Porto Alegre entram em greve a partir de segunda-feira

12/07/2018 21:49

Na noite desta quinta-feira (12), os médicos municipários se reuniram na sede do Simers e votaram, de maneira unânime, pela realização de greve a partir da próxima segunda-feira (16/jul). A decisão confirma o alinhamento dos médicos com os demais servidores do município, que no início do dia haviam decidido pela paralisação – durante uma assembleia que aconteceu em frente à Câmara de Vereadores de Porto Alegre. O objetivo do movimento é pressionar pela rejeição dos projetos de lei do prefeito Marchezan que retiram direitos do funcionalismo público. A primeira vitória foi conquistada antes mesmo de os médicos confirmarem a decisão de greve. No início da noite, os vereadores rejeitaram o PL08, que alterava o Estatuto do Funcionário Público de Porto Alegre. O diretor do Simers Jorge Eltz classificou o resultado como uma grande vitória. Mesmo assim, alerta que os servidores devem permanecer mobilizados contra os demais projetos que afetam o funcionalismo. “Graças à mobilização dos servidores ontem e hoje na Câmara, os vereadores rejeitaram o projeto do prefeito que acabaria com a carreira do servidor público. Mas ainda há outros a serem votados que dizem respeito aos servidores. É preciso continuar com a mobilização”, ressalta Eltz. A greve dos servidores foi decidida a partir de uma inversão na pauta de votação, logo pela manhã de ontem, acarretando uma tarde de tumulto na Câmara.  Na ocasião, servidores foram impedidos de ingressar no plenário e confrontos entre municipários e Brigada Militar ocorreram. Uma servidora foi detida pela BM. A sessão foi suspensa e retomada no início do dia de hoje.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS