Defesa

Núcleo de Interior do Simers avalia demandas dos municípios

08/02/2021 00:00


O Núcleo de Interior reuniu-se, nesta segunda-feira (8), para avaliar as principais pautas que abrangem a atividade médica em diversos municípios gaúchos. Participaram do encontro virtual a diretora Daniela Alba, o diretor-adjunto Willian Adami, além dos assessores políticos e jurídicos da entidade. 

Durante a reunião, foram encaminhadas ações para atender demandas dos médicos de Rio Grande, Pelotas, São Lourenço do Sul, Camaquã, Santana do Livramento, Santo Ângelo, Três de Maio, Santiago, Uruguaiana, São Borja, Itaqui, Alegrete, Venâncio Aires, Teutônia, Passo Fundo, Guaporé e Salvador do Sul. 

Entre os destaques, está Rio Grande, onde, desde o ano passado, busca-se acordo com o Legislativo municipal para excluir de um projeto de lei a terminologia "violência obstétrica" e incrementar ações efetivas que promovam boas práticas da gravidez até o parto. A vereadora proponente se mostrou muito sensível e uma nova medida deve ser implementada.

Em Pelotas, busca-se alternativas para equalizar os honorários atrasados relativos a 2017 e 2018. Além disso, está sendo revisada a contratualização dos profissionais da saúde na Santa Casa, que realizou uma consultoria com o Hospital Sírio-Libanês e negocia recursos junto ao Banrisul para ajustar as finanças.

Em Livramento, após extensa agenda de reuniões do Simers com o Executivo Municipal, Câmara de Vereadores, Ministério Público e diretoria da Santa Casa, ficou estabelecido que, até o dia 15 de fevereiro, o hospital deverá encaminhar um plano de ação para reduzir custos e ampliar a arrecadação, a fim de realizar o pagamento de funcionários e fornecedores, além de manter os serviços de atendimento em saúde à população. 

A diretoria do Simers destaca que está atenta e atuante na busca de soluções e de melhores condições para a atuação dos médicos em todo o Rio Grande do Sul.

SEGUROS