A Medicina

Núcleo de Psiquiatria do Simers e SES discutem demandas e ações em prol da saúde mental

15/04/2021 12:21

O grupo de trabalho formado por representantes do Núcleo de Psiquiatria do Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul) e da SES (Secretaria Estadual da Saúde) realizou reunião periódica virtual, na tarde de terça-feira (13), para avaliar questões pontuais e estruturais que envolvem a assistência psiquiátrica gaúcha, com ênfase no HPSP (Hospital Psiquiátrico São Pedro), referência em leitos especializados no Estado.

Foi abordada a necessidade de aumento de pessoal, especialmente pela natureza assistencial e de ensino da instituição. Após pedido de esclarecimentos feito pelo Núcleo de Psiquiatria, a diretora do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais, Suelen Arduin, apresentou dados sobre o número de funcionários ativos no HPSP, que atualmente são 408. 

Outros 93 profissionais se encontram afastados das atividades. Mas a diretora técnica da instituição, Liliane Dias de Lima, informou que alguns deles já estão retornando ao trabalho e que, atualmente, não há falta de médicos. Foi anunciado que, em breve, o governo do Rio Grande do Sul deverá realizar concurso para a área de saúde, incluindo vagas para o São Pedro.

Além disso, abordou-se a necessidade de reabertura e expansão de leitos, em especial para crianças, adolescentes e dependentes químicos. Suelen Arduin informou que a secretaria está trabalhando na revitalização e reforma da unidade Barros Falcão, que será focada em crianças e adolescentes. A previsão é de que o espaço seja entregue no próximo mês. Quanto à Unidade de Dependência Química, há intenção e perspectiva de reabertura nos próximos meses, mas após a Unidade Barros Falcão.

O coordenador do Núcleo de Psiquiatria do Simers, Fernando Uberti, colocou a entidade à disposição para auxiliar no que for necessário e destacou a importância da atenção em saúde mental. Em 2020, o Simers atuou fortemente para combater o fechamento de unidades e leitos especializados no São Pedro. Uberti ainda questionou sobre a abertura de 57 leitos psiquiátricos em todo o Estado, que já estariam aprovados, mas sem cadastro no Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde. 

Representante da SES, Marilise Fraga informou que o sistema ficou fechado entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021, impossibilitando o pedido de cadastro dos leitos. Mas, segundo a enfermeira, o SIAPS foi reaberto em fevereiro deste ano e, assim, as propostas já foram inseridas e aguardam agora confirmação do Ministério da Saúde. 

Por meio do grupo de trabalho, o Simers pretende manter o diálogo com os gestores públicos e propor ações para o fortalecimento da rede de atenção em saúde mental no Estado. As reuniões vão ocorrer de forma virtual todos os meses, sempre com a presença de representantes da Secretaria Estadual da Saúde e do Hospital Psiquiátrico São Pedro.

SEGUROS