Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Número de médicos é insuficiente na penitenciária de Canoas

12/07/2019 00:00

Foto:Divulgação/Simers

Foto:Divulgação/Simers

Há apenas um médico na penitenciária do município de Canoas, atendendo mais de mil detentos, convivendo diariamente com o excesso de demanda. Além disso, a segurança do profissional é colocada em risco, pois a juíza informa aos apenados que a transferência para prisão domiciliar é negada, exclusivamente, por conta do laudo médico. Em reunião com o Simers, na tarde da última sexta-feira (12), a Secretaria de Saúde de Canoas afirmou que um processo seletivo para a contratação de mais um médico está aprovado pela prefeitura, mas até agora sem previsão de andamento do processo. Uma nova reunião será agendada para o mês de agosto. 


Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS