Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
Defesa

Prefeitura de Canoas fará proposta de reposição salarial aos médicos da Fundação Municipal de Saúde até o dia 24 de janeiro de 2022

10/12/2021 16:54

O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, se comprometeu a fazer uma proposta de reposição salarial aos médicos ligados à Fundação Municipal de Saúde (FMSC), até o dia 24 de janeiro de 2022. “Será a melhor possível dentro das nossas possibilidades”, disse. A promessa foi feita ao presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Marcelo Matias, em reunião na Prefeitura no final da tarde desta quinta-feira, 9.

 

O presidente do Simers fez um balanço positivo do encontro com o chefe do Executivo de Canoas e se mostrou otimista quanto ao desfecho. “Aguardamos que o prefeito dê aos médicos a reposição salarial”, observou Marcelo Matias. O Simers proporá, também, que seja aberta uma mesa de negociação e que se encontre uma solução para os valores pendentes de anos anteriores.

 

No dia 22 de janeiro ocorre audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). “Estamos realizando uma análise financeira e iremos olhar a realidade de outros municípios para elaborar a nossa proposta”, acrescenta, lembrando que já houve a liberação dos fundos de garantia para quem se desligou, algo que era cobrado pelo Sindicato. Jairo Jorge, no entanto, acredita ser difícil conceder um aumento real neste momento e tampouco pagar o retroativo, anos 2019 e 2020.

 

O presidente Marcelo Matias lembrou das perdas dos médicos e da preocupação com a situação no Hospital Universitário (HU) e no Hospital de Pronto Socorro (HPS) da cidade. O prefeito disse que o processo de contratação emergencial para empresa que fará a gestão do Hu e HPS, por seis meses, deve ser concluído em dez dias.

 

Após ocorrer a escolha, Jairo Jorge destacou que irá chamar o Simers para conhecê-las, detalhar como irá funcionar a terceirização e convidará a entidade médica para participar do conselho que acompanhará o trabalho. O prefeito informou, ainda, que faz parte do processo a emissão de aviso prévio aos médicos, mas que não há nada para se preocupar. “Estamos agindo agora para dar uma tranquilidade a todos. Trata-se de uma providência administrativa”.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS