Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Relatos dos residentes do Hospital Nossa Senhora das Graças, de Canoas, preocupam

25/01/2019 00:00

Na manhã de quinta-feira (24), foi a vez dos residentes do Hospital Nossa Senhora das Graças, de Canoas, receberem a visita do Simers. As informações repassadas durante o encontro preocupam e mostram que é necessária a adoção de medidas imediatas, sob pena da exposição de médicos e pacientes e até mesmo do fechamento da unidade hospitalar.

Falta estrutura, equipamentos e profissionais para dar conta da demanda. Diante da falta de pagamentos, no entanto, nada parece evoluir.

Enquanto isso, os residentes acabam prejudicados e o atendimento oferecido à população é reduzido – inclusive na área oncológica, que exige respostas rápidas.

Futuro do hospital

Para o presidente do Simers, Marcelo Matias, existe uma ausência absoluta de condições mínimas para a atuação. “A nossa obrigação em relação a eles é buscar soluções para o hospital, porque isso é também resolver os problemas dos preceptores, residentes, médicos em geral e, por consequência, da população”, aponta.

Na tarde desta quinta-feira, Matias também reuniu-se com o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, para entender as possibilidades para o futuro do Nossa Senhora das Graças e cobrar respostas. A principal expectativa é que a Sociedade Sulina (Divina Providência) possa assumir a gestão.



Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS