Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Reunião no MPF de Canoas debate estado da saúde do município

01/03/2019 00:00



A reunião foi presidida pelo Promotor Cláudio do Amaral. Foto: Simers/Divulgação
A reunião foi presidida pelo Promotor Cláudio do Amaral. Foto: Simers/Divulgação


O cenário da saúde de Canoas segue caótico. A Prefeitura alega falta de verba para pagar os funcionários de hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), quadro que coloca o município em uma situação cada vez mais difícil. Por conta disso, ocorreu reunião no Ministério Público Federal (MPF) da cidade na tarde de quinta-feira (27). O objetivo foi discutir possibilidades para melhorar  o panorama.  

 

A prefeitura, interventora desde o final de 2018 das unidades antes administradas pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva (Gamp), alega que o Estado está atrasado com os repasses para a saúde desde setembro do ano passado. O valor seria de aproximadamente R$ 52 milhões.  Com isso, o município comunicou que talvez não tenha verba para pagar os salários atrasados do início deste ano até sexta-feira (1º) -situação que pode acarretar em uma greve dos funcionários. 


Situação complexa

 

Hoje, o Hospital Universitário (HU) já está restrito aos atendimentos de Canoas por conta do decreto sinalizando situação de emergência na saúde, feito pelo próprio Executivo. Entretanto, o município é referência para mais de 150 cidades, representando aproximadamente 44% da população gaúcha. O diretor do Simers Marcos Rovinski demonstrou preocupação com o cenário e alertou para um colapso na saúde. “O Simers  está muito preocupado , pois Canoas atende quase metade da população do Estado. Se essa situação não se resolver logo, pode acabar virando um caos ainda maior”, salienta Rovinski. 


Além de representantes do Simers, o prefeito Luiz Carlos Busato, o chefe do Sistema de Regulação do Estado, Eduardo Elsade, representantes da procuradoria do município e do Hospital Universitário também estiveram presentes no encontro.


Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS