Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

SIMERS mantém vigilância para assegurar condições de trabalho aos médicos de Canoas ligados ao Gamp

03/02/2017 12:33

O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul adverte: 1. Mantém vigilância permanente reforçando medidas para assegurar condições de trabalho dos médicos e demais profissionais que atuam no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) e no Hospital Universitário (HU), nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) Caçapava e Rio Branco e nos Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) Recanto dos Girassóis, Travessia, Amanhecer e Novos Tempos. 2. Não será tolerado descaso do atual gestor - Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) - com os direitos dos profissionais. 3. Solicitamos que os médicos nos comuniquem imediatamente a falta de medicamentos e/ou quaisquer outros materiais. O Sindicato vai reiterar às autoridades competentes, cobrando ações imediatas, além de acionar instâncias jurídicas e judiciais para coibir negligência com a assistência da população. A Verdade faz bem à Saúde. Confira apedido veiculado no dia 03 de fevereiro de 2017: apedido-canoas

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS