Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

SIMERS cobra abertura da caixa preta do IPE e fim do desmonte do IPE-Saúde

03/02/2017 11:26

Fachada IPE
Mudança no comando do IPE pode ser benéfica aos médicos
O Sindicato Médico alerta, em nota oficial nesta sexta-feira (3), que o presidente do Instituto de Previdência do Estado (IPE), José Alfredo Parode, caiu sem recuperar a defasagem dos valores dos honorários médicos da tabela do IPE-Saúde. A entidade denuncia que o gestor está deixando a instituição sem repassar nenhuma atualização mesmo com aumento de 57% nas receitas do IPE-Saúde nos últimos cinco anos. "O SIMERS demonstrou pública e reiteradamente que o Instituto aumentou 57% suas receitas e nada repassou aos médicos", reforça a entidade. "Cai o presidente sem responder a muitas questões até hoje em aberto, persistindo a incógnita”, destaca o presidente do Sindicato, Paulo de Argollo Mendes. "Os médicos estão pagando para trabalhar", lamenta. O SIMERS enfrenta dificuldades com o IPE há vários anos. Os honorários estão congelados desde 2011. Além de adotar uma gestão que só desvaloriza os médicos, o Instituto pressiona os profissionais a receber como Pessoa Jurídica, sob alegação de que desta forma poderia elevar o valor da consulta. O Sindicato, no entanto, demonstrou com estudos que a opção é desvantajosa à maioria dos profissionais. Novo comando no IPE Um novo dirigente deverá assumir o comando do Instituto nos próximos dias, o que traz esperança de diálogo e transparência nas relações institucionais entre o órgão e a categoria médica. “Formulamos os melhores votos de que o novo presidente assuma uma postura de transparência e abra a caixa preta da instituição, suspendendo o desmonte que está em curso no IPE-Saúde”, disse Argollo. >>>> Confira o Apedido publicado nos jornais AQUI

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS