A Luta

Simers cobra providências do Secretário da Saúde de Viamão

24/04/2020 00:00


A Unidade Básica de Saúde São Lucas seguia sem pacientes na quinta-feira (23)
A Unidade Básica de Saúde São Lucas seguia sem pacientes na quinta-feira (23)


A desoladora situação das unidades de saúde administradas pela Associação Mahatma Gandhi, em Viamão, foi constatada pelo Simers na tarde de quinta-feira (23). Falta de higienização e escassez de materiais de trabalho foram alguns dos problemas que levaram à restrição de atendimentos nestes locais. Em decisão anunciada ao final do dia, ficou acertado que a empresa administradora segue à frente dos CAPs e UBSs por até 40 dias e os trabalhos seriam retomados por completo na sexta-feira (24). Uma das principais reclamações, entretanto, teve solução antes de a semana se encerrar: após forte atuação da entidade, os salários dos médicos estão em dia.

Depois da vistoria, a diretora da entidade, Marcia Barbosa, acompanhada da Assessoria Política, reuniu-se com o Secretário de Saúde, José Ricardo Silveira. Na oportunidade, o então titular da pasta – que havia assumido poucos dias no lugar de Carlito Nicolait, afastado após operação do Ministério Público – afirmou que um dos seus principais objetivos seria colocar as unidades de saúde em pleno funcionamento o quanto antes. Para isso, deslocou emergencialmente equipes de limpezas de outras secretarias, que realizaram os treinamentos adequados para atuar nos serviços de Saúde, até finalizarem-se os trâmites legais para contratação de nova empresa. No dia seguinte, alegando falta de condições de administração, Silveira entregou a pasta.

A diretora do Simers afirmou que a situação é grave e lamentável. “É inadmissível, em um momento de pandemia, não se ter a higienização necessária em um posto de saúde para prestar atendimento à população. Após a conversa que tivemos com o secretário, ficamos na expectativa de que a situação se resolva o quanto antes. Vamos seguir acompanhando e tomaremos as medidas jurídicas cabíveis”, completou. 


Retomada dos serviços essenciais de saúde

No final do mesmo dia, o prefeito de Viamão, Valdir Elias, determinou o pagamento dos trabalhadores da saúde, dos serviços médicos e dos serviços de higienização das unidades do município. Com isso, garantiu a retomada dos serviços essenciais. A decisão incluiu ainda a realização de processo de concorrência para todos os serviços, bem como chamamento de aprovados em concursos para preenchimento de cargos essenciais e estratégicos da Secretaria Municipal de Saúde.

SEGUROS