A Luta

Simers e entidades médicas pedem apoio do Ministério Público do Estado contra o projeto que modifica o Revalida

29/09/2020 00:00

Matias (C) reforçou a posição das entidades médicas sobre o Revalida

Matias (C) reforçou a posição das entidades médicas sobre o Revalida

O Simers e outras entidades médicas – Conselho Regional de Medicina (Cremers), Associação Médica do RS (Amrigs) e Conselho Federal de Medicina (CFM) – buscaram apoio do Ministério Público do Rio Grande do Sul  (MP-RS) para evitar a aprovação do projeto que simplifica o Revalida – Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos. Os presidentes do Simers, Marcelo Matias; do Cremers, Carlos Isaia Filho, e o coordenador da Prova AMB/Amrigs, Antonio Carlos Weston, reuniram-se nesta segunda-feira (28) com o Presidente do MP/RS Procurador-Geral de Justiça, Fabiano Dallazen, para tratar do assunto. A conselheira do CFM, Tatiana Della Giustina cumpriu agenda em Brasília.

Na ocasião, os dirigentes das entidades pediram o apoio da instituição e do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) – do qual Dallazen também é presidente – para expor a posição das entidades contra o projeto, que deverá ser apreciado em breve pelo Congresso Nacional. Matias e os demais representantes das entidades reforçaram a manifestação, feita recentemente, de que a população precisa ficar alerta sobre os possíveis riscos à saúde pública diante da possibilidade de aprovação desse projeto. 

Também foram apresentados casos no Estado em que médicos estão sendo demitidos e substituídos por cubanos remanescentes do programa Mais Médicos. O Procurador Geral Dallazen, comprometeu-se em levar o tema ao CNPG e a preocupação das entidades para as outras instituições do Ministério Público. “Acreditamos que a reunião foi muito proveitosa. O procurador-geral demonstrou ser muito propositivo e temos a convicção de que teremos bons resultados”, afirmou Matias.

Matias (segundo da esquerda para a direita) com Dallazen e representantes das entidades médicas
Matias (2º da esq. para a dir.) com Dallazen e representantes das entidades médicas


SEGUROS