Defesa

Simers participa de reunião da Frente Parlamentar da Medicina sobre Revalida e a Moratória das Escolas médicas

05/10/2021 20:31

O diretor do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Fernando Uberti Machado, participou nesta terça-feira, 5, de reunião, no formato remoto, da Frente Parlamentar da Medicina, em conjunto com Ministério da Saúde, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). 

Na pauta: o Revalida, a Moratória das Escolas de Medicina e o Exame de Suficiência aos egressos de escolas médicas.

O diretor ratificou a importância de manutenção do Revalida e sua inclusão como Lei no país, garantindo a avaliação criteriosa da formação de médicos formados no exterior que desejam atuar no Brasil. 

Uberti enfatizou a importância da manutenção da moratória das escolas médicas, que teve por objetivo cessar a abertura de novas faculdades de Medicina no Brasil no Brasil nos últimos anos. “Ainda temos graves anormalidades estruturais em faculdades de todo o país. Antes de qualquer expansão de escolas, devemos reorganizar e estruturar o que já existe, garantindo boa formação e assistência de qualidade”. 

Sobre a possibilidade de um exame de suficiência para formandos em Medicina, Fernando Uberti ponderou que deve se buscar um modelo que apresente aspectos punitivos não só ao aluno, mas também às instituições. Para ele a avaliação dos conhecimentos não pode recair somente sobre os formandos.

“Temos que ter um processo avaliativo para as faculdades, com sanções bem definidas como desdobramento a desempenhos insuficientes recorrentes”, conclui Uberti.

SEGUROS