Vida

Simers pede alternativas para problemas de superlotação em UPAs de Porto Alegre

24/02/2021 00:00



A equipe técnica do Plantão 24 Horas do Simers esteve na UPA Moacyr Scliar, na tarde de terça-feira (23), para verificar as condições de atendimento e de trabalho dos médicos. Em decorrência da superlotação, os portões haviam sido fechados para novos atendimentos. Na ocasião, havia 62 pessoas em observação, sendo 51 pacientes com Covid-19. O número é considerado três vezes maior do que a capacidade do local. 

Segundo a gerente da UPA Moacyr Scliar, Jaqueline César Rocha, faltam válvulas, reguladores de pressão de oxigênio e estrutura para atender o volume de pacientes.

Preocupado com a situação e o atual cenário envolvendo a pandemia do coronavírus na Capital, o presidente do Simers, Marcelo Matias, entrou em contato com o secretário de Saúde de Porto Alegre, Mauro Sparta, em busca de alternativas. O secretário relatou a existência de negociação da SMS com unidades hospitalares para a transferência de 14 pacientes entubados nas UPAs da cidade para leitos de UTI em outras instituições. 

Matias destacou a iniciativa da SMS e salientou que o Simers seguirá atento e à disposição, 24 horas por dia, para busca de soluções às diferentes demandas que chegam à entidade, visando à proteção dos médicos e de suas condições de trabalho. Ele salientou que, "ao defender os médicos, o Simers defende a saúde".



SEGUROS