A Vida

Simers pede providências sobre a falta de medicamentos em Santana do Livramento

07/04/2021 10:10

O Simers solicitou formalmente à Secretaria Estadual da Saúde, com cópia para os órgãos municipais, Cremers, indústria farmacêutica, Ministério Público e Coordenadoria Regional de Saúde, providências para a falta de medicamentos na Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai. 

O problema é considerado grave, pois atinge pacientes com a Covid-19 que necessitam de sedativos e bloqueadores neuromusculares para o tratamento da doença. Além disso, afeta a atuação dos médicos e outros profissionais da saúde que estão incansavelmente empenhados na linha de frente do combate à doença. 

Há, ainda, relatos da falta de insumos e desabastecimento de medicamentos nas Santas Casas de Uruguaiana, São Gabriel e Alegrete, além de situação semelhante em Rio Grande. Conforme o presidente do Simers, Marcelo Matias, a entidade está atenta às questões que envolvem o trabalho dos médicos e defende condições adequadas para o exercício da medicina. 

De forma paralela à reivindicação emergencial de medicamentos nos estabelecimentos citados, o Simers pede que os médicos denunciem a falta de insumos ou perspectivas de escassez para que sejam possíveis os encaminhamentos pertinentes. O Simers mantém canal de denúncias, que podem ser encaminhadas para o e-mail denuncia@simers.org.br ou pelo WhatsApp (51) 98242-1600. O objetivo é preservar vidas e possibilitar que os médicos possam atuar sem riscos operacionais.

SEGUROS