A Medicina

Ação do Simers recupera mais de R$ 9 milhões em FGTS de médicos que atuam em Canoas

15/08/2018 18:04

Sentença sinaliza a importância do cumprimento dos contratos de trabalho. Se você tem alguma suspeita de irregularidade na sua região, avise o Simers

O Simers conquistou, na manhã desta quarta-feira (15/ago), uma importante vitória para os médicos que atuam em Canoas – servindo de exemplo e alerta para profissionais de todo o Brasil. A Justiça do Trabalho determinou que o Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) deposite imediatamente cerca de R$ 9,1 milhões em FGTS devidos aos médicos até agosto de 2018. Caso não sejam comprovados os depósitos, o valor correspondente deverá ser bloqueado nas contas do Gamp ou do município de Canoas, acrescido de multa de 100% por cada competência não depositada (ou depositada em atraso). A sentença se refere a uma ação trabalhista ajuizada pelo Simers em março de 2017, e representa um passo fundamental para garantir os direitos dos médicos envolvidos. Todas as partes ainda podem recorrer da decisão. Mesmo assim, a sentença sinaliza claramente que o Simers está atento ao cumprimento das leis que regem as relações de trabalho. Se você sabe de alguma irregularidade na sua região, não deixe de avisar o Simers.
SEGUROS