A Vida

Simers solicita à Federação das Santas Casas do RS preservação de leitos psiquiátricos

28/04/2021 08:44

O Núcleo de Psiquiatria do Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul) solicitou ao presidente da Federação das Santas Casas do RS, Luciney Bohrer, que os leitos psiquiátricos sejam os últimos a serem utilizados por instituições hospitalares do Estado no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Atualmente, o Rio Grande do Sul está na fase 4 do plano de contingência de enfrentamento à Covid, o que autoriza os hospitais a transformarem leitos de outras especialidades médicas em estruturas de combate à pandemia.

O tema foi tratado na terça-feira (27) em reunião virtual. A atenção em saúde mental e a disponibilidade de leitos psiquiátricos têm sido tema frequente de reuniões do Núcleo de Psiquiatria. A entidade está atenta ao aumento nos casos de ansiedade, depressão e outras questões psicológicas provocadas pela pandemia e, inclusive, desenvolve estudos para avaliar os impactos da questão entre a categoria médica.

Coordenador do núcleo, o psiquiatra Fernando Uberti falou sobre a importância das instituições hospitalares tratarem os leitos de saúde mental como prioridade. “Deixar os leitos psiquiátricos como última linha a ser utilizada é estratégico para a manutenção de nossa capacidade de assistência psiquiátrica e, até mesmo, ao enfrentamento das demandas em saúde mental após esse período”, argumentou Uberti.

Presidente da Federação das Santas Casas, Luciney Bohrer concordou e ainda acrescentou que os municípios precisam atuar como retaguarda e estarem prontos para dar continuidade ao tratamento ofertado pelos hospitais. Bohrer ainda se colocou à disposição do Simers para levar a demanda adiante e se comprometeu a emitir um comunicado à rede de hospitais conveniados a fim de garantir a prioridade e a manutenção dos leitos em saúde mental.
 

SEGUROS