A Medicina

Tecnologia auxilia acadêmicos em técnicas cirúrgicas

24/05/2017 08:00

Aplicativos complementam o conhecimento adquirido em sala de aula e nos estudos práticos

  A tecnologia criada por professores da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), de Porto Alegre, está auxiliando estudantes de medicina nos estudos sobre cirurgia da mão e microcirurgia. São dois aplicativos: o Hand Surgery Tips que traz informações sobre 31 patologias mais frequentes nas urgências de cirurgia da mão e o Microsurgery Intuitive, que ensina todas as etapas da microcirurgia, iniciando pelos instrumentos, orientações sobre como utilizar o microscópio, passando por técnicas para suturar vasos e nervos. O acadêmico do 7º semestre e diretor do Núcleo Acadêmico do Sindicato Médico do RS (NAS-SIMERS), Fabio Herrmann, utiliza as duas ferramentas e aprova suas funcionalidades. “O aplicativo para microcirurgia é muito útil para acadêmicos que fazem treinamento nesta área e participam em pesquisas científicas. Ele é prático e interativo.  Já o aplicativo de emergência, usamos em casos de traumas de mão, nos casos em que temos dúvidas. É voltado para médicos generalistas”, explica. Além de estar ao alcance das mãos, diante de qualquer dúvida, os aplicativos complementam o conhecimento adquirido em sala de aula e nos estudos práticos. No caso das cirurgias de mão, auxilia o médico emergencista – aquele que faz o atendimento inicial em um hospital ou pronto-atendimento. O Hand Surgery Tips possui instruções práticas em fichas que descrevem as patologias mais frequentes neste tipo de trauma, que é um dos acidentes mais prevalentes nos serviços de urgência. O presidente do NAS-SIMERS e estudante do 7º semestre de medicina, Gustavo Pesenatto, também está apoiando seus estudos especialmente no Microsurgery Intuitive. Na ferramenta é apresentada a técnica microcirúrgica, prática que pode ser utilizada em todas as áreas cirúrgicas da medicina, por meio de vídeos. O conteúdo mostra as técnicas de microcirurgia desenvolvidas em sobrecoxas, coração e asa de frango, encontradas em supermercado. “Entre as principais vantagens, está a praticidade e a didática com imagens e vídeos - o que nos permite errar e voltar, bem como o não sacrifício de animais para este fim, sendo possível utilizar materiais sintéticos e pedaços de frango adquiridos no mercado. Estamos utilizando bastante e tem mostrado que o aprendizado se torna mais rápido e eficaz”, comenta.
SEGUROS