Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Vida

Trote Solidário garante alimentos e doação de sangue no RS

10/08/2016 17:52

  A segunda fase do Trote Solidário 2016, iniciativa do Núcleo Acadêmico do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (NAS-SIMERS), ocorreu no sábado (5) e domingo (6) em Porto Alegre, Lajeado, Passo Fundo e Canoas. A ação será realizada novamente nos dias 19 e 20 de agosto nas cidades de Santa Maria, Pelotas e Caxias do Sul. No dia 5 de agosto ocorreram as doações de sangue.  No dia 6, foram feitas as arrecadações de alimentos não perecíveis. Estão envolvidos na campanha alunos de nove universidades gaúchas. Na Capital gaúcha, no primeiro dia, a ação contou com aproximadamente 30 alunos. Eles saíram das aulas e foram direto para o Banco de Sangue do Hospital de Clínicas. Segundo o vice-presidente do Núcleo Acadêmico do SIMERS, Dimas Gramz, a ideia do Trote surgiu há 10 anos como forma de mudar os trotes violentos. “A gente sabe que os trotes sempre tiveram uma conotação bem negativa. Agora é diferente: fazemos boas ações”, ressaltou. A recepcionista Daniele Guimarães chegou às pressas para doar sangue, porque tinha que retornar ao trabalho. Ela queria ajudar uma amiga que estava internada. Ao ver a sala lotada, foi nítida a impressão de desapontamento, mas ao saber do que se tratava, um sorriso fácil veio ao rosto. “Achei maravilhosa essa ideia, porque está muito difícil hoje conseguir doações para quem está hospitalizado. Minha espera vai ser por uma boa causa”, disse Daniele. No sábado, a coleta de alimentos ocorreu em 10 supermercados da Capital. Foram vários carrinhos de arrecadações. “Nós, do Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul, somos muito gratos ao SIMERS. Buscamos juntos estabelecer uma conscientização da sociedade do porquê que as pessoas têm que ajudar.  O Trote Solidário, que começou em Porto Alegre, ampliou sua rede de solidariedade para outras cidades nas quais existem faculdades de medicina. “É um verdadeiro exemplo para a sociedade brasileira e nós ficamos muito felizes em ter este compartilhamento”, declarou o presidente do Banco de Alimentos, Paulo Renê Bernhard. Na edição de 2015, o projeto arrecadou 713 doações de sangue, que beneficiaram mais de 2,8 mil pacientes, e mais de 34,5 toneladas de alimentos não perecíveis, entregues ao Banco de Alimentos.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS