Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers
A Luta

Ipe-Saúde: comitiva busca soluções para antigos problemas enfrentados pelos nefrologistas

19/07/2018 21:00

Remuneração defasada e limitações impostas aos pacientes. Esses foram os temas centrais da reunião realizada na tarde de quinta-feira (19), no Ipe-Saúde, para discutir dificuldades históricas enfrentadas pelos nefrologistas credenciados. Uma comitiva formada por representantes do Simers, da Sociedade Gaúcha de Nefrologia (SGN) e da deputada estadual Liziane Bayer foi recebida pelo diretor de provimento de saúde da autarquia, Jairo Othero, e apresentou dados que preocupam. Enquanto o Sistema Único de Saúde (SUS) paga R$ 194,20 por uma sessão de diálise, o Ipe paga apenas R$ 161,11. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, no entanto, a remuneração deveria ser de R$ 256,98. A diretora do Simers Gisele Lobato lembra que não há reajuste no valor desde 2009. A demanda, por outro lado, é crescente: a SGN estima que a população em diálise aumente 10% ao ano. Quando esses pacientes buscam as clínicas para fazer o tratamento, encontram  um número cada vez mais reduzido de opções, dada a precarização na área. Outro problema é a ausência da diálise peritoneal como opção para os usuários que, por direito, deveriam escolher qual método terapêutico desejam utilizar. “São problemas graves, que cada vez mais afetam a assistência. Felizmente, encontramos um canal de diálogo para buscar soluções e temos uma grande expectativa”, destaca Gisele.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
SEGUROS