A Medicina

Médico palestra sobre doenças respiratórias de inverno no MUHM

29/06/2018 16:48

O projeto Diálogos com a Comunidade começou em 2014 e neste ano, foi retomado no mês de março. Foto:Guilherme Tubino/Simers
O projeto Diálogos com a Comunidade começou em 2014 e neste ano, foi retomado no mês de março. Foto:Guilherme Tubino/Simers
As principais doenças respiratórias de inverno; os casos com risco de vida; os sintomas e os meios de prevenção; e até mesmo a diferença entre gripe e resfriado. Essas e outras questões foram esclarecidas na palestra ministrada pelo pneumologista e professor associado do Departamento de Medicina Interna da Ufrgs, Rogério Gastal Xavier, na tarde desta quinta-feira (28), no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM). Com o tema “Como Evitar as Viroses de Inverno”, o evento integrou o projeto Diálogos com a Comunidade. Na palestra, Gastal também destacou episódios históricos e as grandes epidemias da humanidade – como a gripe espanhola. “A história da medicina, assim como da humanidade, se repete. Por isso, temos que ficar alertas para prevenir problemas que vão e voltam, muitas vezes por falta de cuidado. A importância de estar aqui é chamar atenção para esses fatos que também são culturais”, salienta o médico. Após a palestra, o público teve a oportunidade de fazer perguntas. Dentre muitas questões, a diferença entre resfriado e gripe foi a que despertou mais curiosidade. Conforme Gastal há muitas distinções, mas a principal delas está nos tipos de vírus. “No resfriado, a pessoa geralmente não tem febre, nem muita dor no corpo – o quadro é menos preocupante. A gripe já se caracteriza por febre alta, dor muscular, de cabeça e outros sintomas”, explicou. Desde março, este foi o quarto encontro de 2018 no âmbito do projeto Diálogos com a Comunidade, que acontece toda última quinta-feira do  mês, no Muhm.
SEGUROS