Defesa

Presidente do Simers relata crise na Santa Casa de Livramento ao governador em exercício

27/01/2021 00:00


Em visita ao Palácio Piratini na manhã desta quarta-feira (27), o presidente do Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul), Marcelo Matias, relatou ao governador em exercício, Ernani Polo (PP), a crise que ameaça o atendimento à população na Santa Casa de Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai. A instituição de saúde, que está sob intervenção da prefeitura desde 2015, tem dívida milionária e registra atraso no pagamento dos salários dos funcionários. 

Parte da equipe saiu ou está em greve. Com a paralisação, apenas casos de urgência e emergência estão sendo atendidos pelo hospital, que é o único que atende pelo SUS e que recebe pacientes com Covid-19 na cidade. O centro obstétrico pode ser paralisado devido à falta de funcionários, conforme relato do presidente do Simers. 

Polo fez contato por telefone com a secretária da Saúde, Arita Bergmann, que disse estar acompanhando o tema e estudando repasse financeiro à Santa Casa. 

Simers acompanha a situação

O Simers acompanha a crise da Santa Casa de Livramento há anos. Nas últimas semanas, com o agravamento da situação envolvendo os médicos e outras categorias, o tema tem sido tratado em várias reuniões da direção da entidade médica e da Diretoria de Interior do Simers.

SEGUROS