Defesa

Simers busca soluções para crise no atendimento e superlotação no PACS

23/02/2021 00:00


Em busca de soluções para o PACS (Pronto-Atendimento Cruzeiro do Sul), o diretor do Simers Jefferson Boeira informou que irá agendar reunião com a Secretaria Municipal de Saúde para que medidas sejam tomadas a fim de restabelecer o atendimento regular na unidade de saúde, que é referência para milhares de pessoas da zona sul de Porto Alegre. Na tarde de segunda-feira (22), Boeira visitou o local durante ato de servidores. Na ocasião, conversou com médicos e demais profissionais, que relataram dificuldades durante a jornada de trabalho. 

O diretor destacou que a chamada “tenda Covid”, por exemplo, paralisa as atividades, em diversos momentos do dia, por falta de médicos. Além disso, as condições de trabalho no local são precárias com as altas temperaturas do verão, já que não há ar-condicionado. Porto Alegre teve nesta segunda-feira, por exemplo, máxima acima de 32ºC.

Outro aspecto evidenciado ao Simers durante a visita foi a falta de condições de trabalho e de proteção contra o coronavírus, uma vez que não há a adequada segregação do atendimento para pacientes com Covid-19 ou casos suspeitos daqueles que apresentam outros problemas de saúde. Os médicos do PACS ainda relataram que somente nos dois primeiros meses de 2021, nove servidores tiveram diagnóstico positivo para Covid-19, o que preocupa a todos. 

Houve relatos de sobrecarga devido ao volume de trabalho e crescimentos dos atestados de saúde, o que complica ainda mais as necessárias substituições dos funcionários. Nesse contexto, o vice-presidente do Simers, Marcos Rovinski, destaca que é cada vez mais urgente a vacinação de todos os profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento à Covid-19. “Por isto, é importante que estejam vacinados e seguros para prestar um bom atendimento à população”, afirmou. 

Os profissionais do PACS solicitam, ainda, reposição do diretor-geral do PACS, cargo que está vago há mais de ano.

Confira reportagem da Record TV sobre o assunto e opinião do vice-presidente do Simers, Marcos Rovinski:



SEGUROS