Vida

Simers cobra da Secretaria Estadual de Saúde solução para a falta de medicamentos em Soledade

14/04/2021 11:14

O Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul) atua fortemente para restabelecer os estoques de medicamentos necessários para o tratamento de pacientes com Covid-19 em diversos municípios gaúchos. Na segunda-feira, a denúncia de falta de insumos para pacientes em tratamento intensivo – que, recentemente, já foi pauta de ações da entidade em São Gabriel e Vacaria – veio de Soledade. 

No mesmo dia, a entidade encaminhou um ofício à SES (Secretaria Estadual de Saúde) – dando ciência ao Cremers (Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul), ao Ministério Público e à Secretaria do Municipal de Saúde. O documento cobra providências para este gravíssimo problema que impede os médicos de realizarem suas atividades de maneira efetiva e coloca em risco a vida dos pacientes.

Devido a este cenário, cinco pacientes em estado grave estavam precisando transferência de Soledade para UTIs de outras localidades, uma vez que o Hospital Frei Clemente não tem condições de mantê-los em ventilação mecânica. O Simers segue acompanhando este caso para que os sedativos e bloqueadores neuromusculares, muito importantes para os pacientes nestas condições, não comprometam o trabalho dos profissionais de saúde e, consequentemente, não coloquem em risco a vida da população.

SEGUROS